Beleza · Moda· Lifestyle · Viagem

quinta-feira

Como renovar o guarda-roupa gastando pouco

 

6 dicas renovar guarda roupa

Renovar o guarda-roupa é uma tarefa que exige tempo, paciência e, por vezes, algum investimento. Há já algum tempo que estava a protelar essa tarefa mas a quarentena fez-me ver que está mais do que na hora de fazer a mudança por motivos vários - embora o principal prenda-se ao facto de já não usar imensa roupa que tenho porque já não me identifico com elas e querer passar a apostar em peças  de qualidade que tenham mais a ver comigo. Por isso hoje, partilho alguns truques possam ajudar quem, como eu está a dar os primeiros passos tentar consumir de forma mais consciente, tentar estruturar o seu estilo - lembrando que aquilo que vestimos tem o poder de reflectir a nossa personalidade e, a meu ver, não devemos seguir padrões- sem gastos desnecessários.

1. Desapegar

Como típica Caranguejo (Canceriana para os meus leitores no Brasil) eu sou muito apegada a certas coisas,  por exemplo tenho umas botas que me foram oferecidas por um amigo há uns 5 anos e não me conseguia desfazer delas pois me foram oferecidas por alguém de quem gosto muito. A verdade é que usei-as bastante e já está na hora de as reformar. 


2. Saber bem do que se gosta e ter um Mood board

O ser humano está em constante mudança, uma determinada tendência que nos agradava há uns anos pode já não nos despertar o mesmo interesse hoje (como as calças de cintura baixa)😬. 
Por isso, é importante perceber bem os nossos gostos, quais o género de peças que mais usamos no dia-a-dia, quais as cores, modelagens que melhor nos assentam e das quais gostamos.
Não faz sentido manter peças que, não vos assentam bem apesar de gostarem, não vos sirvam ou nunca tenham usado - evitem investir em peças do género se no período de um ano ou mais a tiveram a ocupar espaço no vosso guarda-roupa. Eu tenho alguns mood boards no pinterest que me ajudam a definir e perceber o meu padrão em termos de preferências de roupa, calçado e procurar inspirações.

3. Detox do guarda-roupa

Chegamos finalmente a parte final do processo, já com as ideias bem assentes. Por experiência, digo-vos que irão precisar de pelo menos meio dia para tratar disso porque o processo pode ser demorado e numa primeira fase não irão conseguir desfazer-se de certas coisas. 
Quanto às peças de que já não necessitam poderão doá-las numa igreja, instituição ou colocar a venda em locais como o olx, markeplace.

Investir em peças novas

Ao fazerem a limpeza do vosso guarda-roupa e perceberem quais as peças que pretendem manter irão também perceber quais as que vos fazem falta como: um vestido, calças pretas (eu fiquei estupefacta quando percebi que no meio de tanta roupa isso estava em falta), uma camisa branca, calças jeans que assentem bem...

1. Explorar a oferta em lojas em segunda mão (brechós)

Quando mencionei mais acima o consumo sustentável, falava a sério. Muitos têm a ideia que em lojas de segunda mão/vintage não se encontram produtos únicos e de óptima qualidade, e lojas como Flamingos Kilo Vintage, A Outra Face da Lua, Humana provam que isso não poderia estar mais longe da realidade actual. 
O casaco que vêem abaixo foi comprado numa loja vintage há uns 6 anos, é uma das peças mais extravagantes que tenho e que mais adoro (e estou quase segura de que temos a mesma idade). 


2. Saldos e descontos especiais de clientes

Acho que todas/os concordamos que a melhor altura para investir em peças chave para o nosso guarda-roupa é durante a época de saldos. No entanto, como referi neste post eu prefiro a comodidade fazer as minhas compras online e isso significa que muitas vezes recebo ofertas/códigos de desconto via e-mail/sms que acabo por aproveitar antes dos saldos e tendo sempre como critérios o seguinte:"Irei usar esta peça por muito tempo?", "O tecido é de qualidade?", "Esta peça combina com outras do meu guarda-roupa?".

3. Manter o guarda-roupa bem organizado

Torna-se mais fácil usar uma peça quando a conseguimos ver, por isso manter a roupa bem organizada e visível é essencial para evitar cair no erro de comprar uma peça de roupa de pensávamos não ter mas que afinal está escondida algures no armário ou gavetas. No meu caso, prefiro organizar tudo por cores porque é frequente escolher o meu look de acordo com o meu humor - excepto quando visto preto.

Quais as dicas que aplicam quando estão em fase de renovação do guarda-roupa?

SHARE:

Sem comentários

Publicar um comentário

THIS BLOG IS PROPERTY OF NATY GARCIA COPYRIGHT © 2021 All rights reserved. CREATED by pipdig